Não me fale de mudança, faça!

Todos nós já sentimos desejo de mudar algo em nossa vida. É comum perceber que atitudes comuns do dia a dia não nos leva ao próximo patamar.

E por que ir ao próximo patamar?

Aqui a relação é simples, PARA ENCONTRAR SENTIDO EM NOSSAS VIDAS.

Mas porque é tão importante encontrar sentido?

Enquanto levamos a vida de maneira cotidiana, sem entender por que fazemos o que fazemos e o que nos faz verdadeiramente completos, seremos engolidos pelos dias, meses e anos e não teremos energia suficiente para focar e encontrar nossa melhor versão.

E falar em melhor versão não é apenas profissional, financeiro, conjugal, é quando me determino a ter objetivos fortes e que impulsiona a sermos melhores em todos os âmbitos.

Pontos importantes para irmos em direção ao próximo patamar:

1- Ter clareza do que quero transformar e analisar o ponto favorável da mudança não só a nós mesmos, mas aos que estão ao nosso redor.
O foco é muito maior quando penso no coletivo, somos seres completos quando estamos pensando em um contexto maior além de nós mesmos.

Ex: Quando eu era adolescente queria comprar um carro, pois entendia que ajudaria minha família, quando conquistei aquele objetivo tinha a sensação de Gratidão, por poder oferecer as pessoas que me cercavam este benefício.

2 – Anote o que você quer, esmiúce os detalhes do seu objetivo, quanto mais detalhes, melhor. Somos peritos em saber o que não queremos e muitas vezes não focamos naquilo que queremos. É muito comum as pessoas dizerem, não quero este peso! Ao invés de ter claro o corpo que deseja. Quando desejo este corpo, e como me sentiria se já tivesse com este peso/corpo tão desejado.

3 – Neutralize os sentimentos negativos.
Durante anos o “Dr. Maltz” estudou as mudanças ocorridas na personalidade de seus pacientes após ele ter removido cicatrizes ou deformidade por meio de cirurgia plástica. Durante este estudo ele percebeu que muitos após a cirurgia desenvolveram imediatamente uma boa imagem de si mesmos, tonando-se felizes e confiantes. Mas muitos ainda se sentem inferiores, deprimidos como sentiam antes da cirurgia. Nossa autoimagem está totalmente relacionada com nossos resultados.
* Fonte: A universidade do sucesso OG Mandino.

4 – Faça pequenos Marcos estratégicos para mensurar sua mudança.
Quando não mensuramos algo perdemos a capacidade de corrigir alguns desvios, e muitas vezes o resultado é a frustração.
As pequenas vitórias, envia ao nosso cérebro o quanto estamos comprometidos e reforça nossa energia para irmos passo a passo ao nosso objetivo maior.

Aproveite esta leitura e planeje hoje mesmo um pequeno ato; algo que deseja mudar, comece hoje! Agora, não deixe para depois.

E entenda que onde estivermos somos referência para alguém: filho, irmão, colaborador; e na maioria das vezes as pessoas deixam de OUVIR o que falamos e passam a OUVIR o que fazemos.